quinta-feira, 25 de outubro de 2012

NÓS, O PODER E A POESIA


Temos nossa fé, nossa religião,
nossa academia e nossos blogs.
Pisamos nossos orgulhos, vaidades
Vaidades...
Não temos vaidades
Temos solidão
Nossa companheira amada que em nossa obstinação
Queremos saber, dominar, controlar...
Controlar o todo e  o tudo
Podemos dominar o mundo as dores, as fantasias, as festas
Podemos tudo, podemos mais
Loucuras de vida debulhada em cascatas psicodélicas de cores
Loucas em dias quentes e noites insones
Terra sem lei, sem justiça, sem mapas nem manuais
Pisamos nossos orgulhos, vaidades
Podemos tudo? Podemos mais?
Controlar a chama, dominar o fogo, apagar o passado
Podemos mais.
Podemos gerar a vida, alimentar a alma, conduzir rebentos
Temos nossa fé, religião
Nossas academias e nossos blogs
Nossos amores, nossas dores, nosso oferecer e fenecer sem fim
Até o fim, além do fim guiado na esperança incondicional.
By Glaucia Ribeiro e Lis Borges

Eu te ouvi pela manhã  Ouvi sua força e sua fé Manhã de céu azul veludo São tantos pontos Tantos lamentos São sons e dons Em alças de te...