sexta-feira, 2 de março de 2018

Eu te ouvi pela manhã 
Ouvi sua força e sua fé
Manhã de céu azul veludo
São tantos pontos
Tantos lamentos
São sons e dons
Em alças de tempo
Suspenso e longínquos
No farfalhar do vento
No quebrar dos instantes
Eu te ouvi pela manhã
Canto exalado do labor
Em cores e perfumes
Eu te ouvi pela manhã
Numa espera paciente
Numa benção suspensa

by GR

domingo, 25 de fevereiro de 2018

BERÇO AZUL

És a minha alegria,
Na simplicidade infantil de minhas crianças
És me esperança e inteireza

Em seu solo macio sou vida
Em seu ar desafio e voo

A emoção toca sinos e acelera o coração
E sou viva

Eterna em seu berço azul e largo

By Glaucia Ribeiro

POR ONDE ANDARES SEUS PÉS


Por onde andares os seus pés, lá está meu coração.
De asas tortas abertas feito anjo caído
De olhar molhado ao infinito
Na esperança de sóis e luas que se alcançam.
Lá estará meu coração, onde pisares os seus pés.
De alma em punho, segredos encobertos e risos francos.
De brisa leve de outro mundo, desejando te bons presságios.
Lá estará meu coração. Onde colocares os seus pés.

byGlaucia Ribeiro

FEITA DE MIM

Eu sou feita de mim
Rosa amarela
Perfume encantado
Medos e meios

Eu sou feita de mim
Rosas vermelhas
Pelos eriçados
Coragem e virtude

Eu sou feita de mim

By Glaucia Ribeiro
Fev/2018


domingo, 28 de maio de 2017

DIAS CLAROS

Viver é visão de dias claros num (a)manhã de novos amores
Tolerância não é mais que respeito ao SER
Ingenuidade é a Flor do dia à noite ao dia
Paz é alegria injetada na veia de amantes
Criação é produto do amor que Deus inspira
Fome é promessa de vida em vermelho fogo
Travessia é andar de ponta cabeça nas águas do mar
Espetáculo é chorar a calma do passado que urge
Dias de sol para amantes do mundo é limpar as vidraças do coração
Compreensão é a raiz do desejo maduro
Retorno é tornar se em cinzas ou em cor de mel
Vida é respirar as promessas do universo
Magia aponta alegria crente do porvir
Vontade é no verde de meus olhos que brilham no anseio do outro
Samba é corpo por um triz, um chamariz, um movimento em cheio
Expectativa é sonho de alma agarrada ao laço
Saudade é banquete de inocência pronto para revoada
Disposição é vida pulsando em cores e dores
Sabedoria e maturidade consolada em dias chuvosos
Mato é vontade consumida em pimentas e cheiros
Simplicidade é azeite de dendê no corpo da Bahia, agre e doce
Vergonha é filha do desejo ou da luz que teima em brilhar
Hoje é presença e esperança
Amanhã é completude
Nas asas da brisa de domingo tudo pode acontecer. 
De A a Z, feito criança crescendo, feito bolha de sabão.
By Glaucia Ribeiro

quinta-feira, 25 de maio de 2017

O MUNDO É ASSIM ( Jovem Guarda)



"O dia se renova todo dia
Eu envelheço cada dia e cada mês
O mundo passa por mim todos os dias
Enquanto eu passo pelo mundo uma vez
A natureza é perfeita
Não há quem possa duvidar
A noite é o dia
que dorme
O dia é a noite ao despertar"
https://www.youtube.com/watch?v=DsBqC43XMBw

quarta-feira, 24 de maio de 2017

ABRAÇO

Vivo em seu riso, sonoro e vibrante
Acordo em um corpo trêmulo de abraço quente.
Caminho pelos lugares secretos de seu silêncio
Estradas e sonhos de noites e de lua  cheia banham me a alma
Tocam os sinos de uma catedral distante...
Encontro seus segredo do peito em olhos lindos e languidos.
Sigo perdido em mim rodopiando e achando me na correnteza de dias sucessivos e prazenteiros.
mai/2017
                     

segunda-feira, 13 de março de 2017

CLICHÊ


A vida é um clichê inteiro

Um ato de luz ou de desespero

É um senão apimentado ou só um perfume de alecrim.

by Glaucia Ribeiro

domingo, 29 de janeiro de 2017

ORIGENS

ORIGENS

Eduardo Marinho - aquarelado
É  de raça
De cor
É favo de mel
Sabor de dezembro
Quase verão.
É de berço
De fome
É áspero cascalho
Leito de rio
Quase mar
É de som
De dom
Liguas velozes
Ventania de tempestade
Quase fogo
É de origem
É de ser
É de raiz

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

PARÓDIA - LUTA

"sou faca de ponta".
Não sou frágil,
não sou baixinha invocada
Não minto e não finjo para ganhar afagos.
Só sou doce quando amo mas não aceito mentiras nem meias verdades.
Estou pronta para jornada
Pronta para amar
E por tudo isto " quero respeito"

E desejo também admiração e verdade.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

CORAÇÃO RUBRO

Eu quis o coração rubro sangue em sangrias embriagadas
Quis o peito em sal, sol e sombras uivantes
O perfume de gente viva na lida e
toda a ventania de um parque em deserto
Quis o desterro de um desatino de desconcerto
A ilusão alucinógena da verdade feito agulhas doidas e cerradas.
Eu quis o vermelho lacinante manchado de negro
A loucura fanática na paz de uma mata
Eu quis o som de uma risada sonora e a
força de um canto sagrado. 
 

Eu te ouvi pela manhã  Ouvi sua força e sua fé Manhã de céu azul veludo São tantos pontos Tantos lamentos São sons e dons Em alças de te...