domingo, 24 de maio de 2015

ROSA COM CHANTILY


Rosa consternada sou eu
Rosa val que vem do mar
Meio onda meio areia
Feito lua- meio
Isto é meu samba
Sambinha de minha vida corriqueira
Sem delícias e de sabor impar
Abre janelas nas feiras
Da gente e da vida tambem


domingo, 17 de maio de 2015

DO SOL AO SILÊNCIO

Vou-me nestes dias de sol
De sol em solidão, à lua
De alma e coração lavados.
Vou-me na história bem vivida
De grandes emoções que ficam
De entrega e plenitude.
Levo da tristeza possibilidade de outras vidas
A ânsia de novas viagens.
Deixo o melhor de mim:
O silêncio.

BERÇO AZUL

És a minha alegria, Na simplicidade infantil de minhas crianças És me esperança e inteireza Em seu solo macio sou vida Em seu ar desaf...