CONFISSÕES & FALATÓRIOS



Minha amiga Rosi diz que escolher nao jogar também é jogar. Ela disse outra coisa que prometi pensar a respeito: "O vínculo é a vida que cria... aos poucos, com o tempo, as raízes sã criadas. "
Confesso que as vezes não quero me levantar da cama, que tem dia que dou uma enrolada no trabalho, que minto para minha amiga Mary Help quando digo que não quero mais. Confesso que finjo ter as pedras do jogo, quando tenho só a metade delas. Que me acho linda e esbelta quando na verdade minha imagem nem cabe no espelho do banheiro.
Confesso que sinto inveja de algumas pessoas e finjo que nem ligo, que faço de conta que sou forte enquanto deixo todos pensarem que não tenho medo de nada. Finjo que acho feio o que me é mais belo e caro para que ninguém o cobice de mim.
Confesso, quero um céu de elogios e detesto feedbacks. Identifiquei aquela sua jogada, e fiz outra despretensiosa na sequencia e você nem notou.  Confesso que na época da faculdade fazia o trabalho sozinha para ficar do jeito que eu queria.
Confesso que adoro meu chefe que antes detestava, que tenho ciúmes de coisas e pessoas e finjo que não tenho só para não dar bandeira. Confesso que nunca colei em nenhuma prova, que não sei mentir, nestas horas dobro o dedo do pé direito.
Confesso que não quero o restante das pedras deste jogo, senão ficará sem graça. Quero um jogo sem pedras, ou ofertarei as minhas só para não correr o risco de perder a partida. By Glaucia

Postagens mais visitadas