sexta-feira, 26 de julho de 2013

A LOUCA


Doente, a louca!
Tresloucada em uma força estranha 

O sol queima e já sem força 
Assim, tipo 
Assim, meio tipo 
Assim, tipo assim 
Assim meio grilo, meio bicho, meio bico, meia boca! 
A louca! 
Tudo crê, vê, arrepia, chama, chamega, chega, ama, cama... 
Quente chama queima e esparrama, rama que clama. 

A louca, rouca, sobrevivente, vivente, rouca, louca

Dedicado a minha amiga Soraia

Eu te ouvi pela manhã  Ouvi sua força e sua fé Manhã de céu azul veludo São tantos pontos Tantos lamentos São sons e dons Em alças de te...