domingo, 2 de dezembro de 2012

PRIMEIRO DIPLOMA


Rumo ao primeiro ano. Os dentes não são mais os mesmos literalmente. A inocência ganha cara de sapequice querendo entrar na puberdade precocemente. Uma professora vai, vem outra (Eles não têm mais curvinhas, estão esticados, compridos, têm vontade própria) e nós, papai e mamãe lá chorando atoa, tirando foto de tudo, abraçando professoras que vão e fantasiando professora que vem.
Estamos nos graduando. É o primeiro diploma dele e mais um “sem fim” de medos, preocupações e anseios. É uma professora parafraseando Drumond, que alerta e alegra o porvir cheio de esperanças de que tudo seja ainda melhor. Temos uma nova chance.
Deixe prá lá as diferenças, deixe a mediocridades, deixe as ilusões... “Deixa de bobagem”, vem prá cá, vem dançar. Eles são os mais importantes e nós, as mulheres, mães, batalhadoras e solitárias somos o sonho deles que para sempre ocupam todos os vazios. São os diplomas de nossa vida. Nos graduamos mais uma vez vencedoras do futuro.
by mãe G.R.

Eu te ouvi pela manhã  Ouvi sua força e sua fé Manhã de céu azul veludo São tantos pontos Tantos lamentos São sons e dons Em alças de te...