LUA


Este versinho marca um divisor de águas. Águas profundas, de um azul quase negro, calmas e principalmente mornas.

Quero navegar nestas águas, sob o luar amarelado sentindo o cheiro do jasmim no jardim da quase solidão.

MINHA SACADA - LUAR - 01 DE MAIO/201
Lua, testemunha do silêncio e do êxtase. Lua, metade lua, metade sua, metade crua, metade nao sei que, ou aonde. Lua lá, cercada de estrelas e esperanças, guarda-me os segredos do dezoito. Dezoito contos, dezoito pontos, dezoito sonhos .
By Glaucia Ribeiro

Postagens mais visitadas