VICIOS



Algumas pessoas são  o próprio vício que as consome, em hábitos desmedidos, rendidos a pequenos prazeres de curta duração. Levam  a vida um dia depois do outro,  sem perspectiva, sem rumo, fugindo de si mesmas. 

Tem  gente  que já se perdeu de si, que se isola na multidão, que se esconde no mundo midiático, no consumo de frivolidades, de ironias ou deboches e de críticas. Tem gente que ri de sua própria humanidade recusando-se aceitar a própria  divindade interior. Alguns outros até são contra tudo o tempo todo e depois mudam de ideia,  “desdizendo” o que disseram.

 Intuo que chegará o momento de cada um de nós encararmos nossas histórias de frente,  perceber o sentido da vida e compreender sua própria missão.

Não há como fugir dela, pois Deus não desiste de seus filhos e mais cedo ou mais tarde teremos que crescer, amadurecer e assumir as tarefas inerentes a  nossa evolução, passando de  corpo denso e pesado para estado de energia pura, que talvez brilhe como estrelas, como céu ou como o azul profundo do universo.

Penso que uma das formas é tratar dos vícios exatamente como qualquer Alcoólicos Anônimos, um dia de cada vez eu pude superar meu vício. Só por hoje.Glaucia, fevereiro de 2013

Postagens mais visitadas