ONDE ESTÁ MEU SONHO

Solidão finda o sonho. 

Faca afiada rasgando no peito a dor amarga  do  fel.

Viverei a raiva e injustiça  até secar a mágoa

E saberei dizer onde está o sol de um abandono.

Em pleno dia

Em plena vida

Sou bicho ferido  abandonado na estrada!

Grito desesperadamente meu sonho. 

Esconde-se n'algum canto sombrio ou sagrado ?

Sob luzes tremulantes e inseguras na espera do calor do sol e da guerra.

Aonde estará  meu sonho?

Sob efeito anestésico finge-se dono
Bêbado na igonância do porvir

Na calada da noite.

Em plena noite

Em pleno leito.

by G.R.

Postagens mais visitadas