segunda-feira, 21 de julho de 2014

Estranhamento

Desconheço sua voz e seu tom
Dói-me a dor de uma vida inteira
Ou de um dia perdido numa mordida
Longe, a saudade já não toca, nem canta
Um canto vazio ocupa a alma
Feito concreto sobre  fendas
Desconheço  sua cor, seu dom.
Hoje...

Eu te ouvi pela manhã  Ouvi sua força e sua fé Manhã de céu azul veludo São tantos pontos Tantos lamentos São sons e dons Em alças de te...